Novo site!

Olá amigos do GearHeadBanger!

Estamos nos transferindo para um servidor próprio!
O novo site nos permitirá trazer melhorias, mas os nossos textos continuam os mesmos com a nossa seleção de pautas sobre cultura automotiva, automobilismo e explicações técnicas.

Nosso novo endereço é: http://gearheadbanger.com/

Comentem lá (agora com intense debate) o que acharam!
Sugestões são sempre bem vindas. Envie um e-mail para: gearheadbanger@gmail.com

Um Abraço!

GearHeadBanger

Classic Cup #2

Boxes Classic

Neste último sábado rolou no Autódromo de Interlagos a segunda etapa da Classic Cup. Foi como de costume: muito disputada, clima familiar, além do costumeiro tempo instável do circuito.
A largada deu-se por voltas das 13hs. Tempo nublado, com cara de chuva, e que não veio como prometeu. Desta vez, tinham 36 carros no grid.
Continuar lendo

Glória Imortal

O Barão, a direita, com seu eterno bigode, junto de Eloy Gogliano e da taça das Mil Milhas.

O Barão, a direita, com seu eterno bigode, junto de Eloy Gogliano e da taça das Mil Milhas.

Hoje faleceu, aos 92 anos, o grande Wilson Fittipaldi, o Barão, uma das pessoas mais importantes do automobilismo e jornalismo brasileiros.
São inúmeras suas contribuições para o esporte, como a narração da corrida com a primeira participação de um brasileiro, o também finado Chico Landi, no circuito de Bari, na era pré Fórmula 1, em 1948. Também foi dele a ideia da lendária Mil Milhas Brasileiras, inspiradas na Mille Miglia italiana que ele assistiu em 1949.
O patrono da família Fittipaldi colocou seus dois filhos para correr, abrindo as portas para os volantes tupiniquins mostrarem seu talento ao mundo. Emerson foi nosso primeiro campeão, e soubemos disso pela narração inesquecível do Barão pela rádio Panamericana, em 1972.
Suas realizações foram tantas que merecem um livro, que mesclaria sua história com a do automobilismo, pois sem ele as coisas seriam bem diferentes por aqui.
Nunca o esqueceremos, e sempre lhe agradeceremos. Sua glória será imortal.
Obrigado por tudo Barão. Hoje choramos, mas por lembrarmos de todas as alegrias que nos trouxe.

Da Ferrugem ao Cromo

Up Custons - Geral

Não me lembro de ter tanta dificuldade para escrever um texto desde os posts sobre o McLaren F1. Às vezes, temos pouca informação para um texto e, às vezes, temos tanta, que fica difícil transcrever com o devido respeito as ideias para o GearHeadBanger. No caso do F1, foram quase 20 anos estudando o carro. Na nossa visita à Up Customs em São Caetano são décadas e décadas de paixão automotiva que são transmitidas ao aço por mãos mágicas que formam e reformam sonhos perdidos, mas não esquecidos.
Em uma ensolarada manhã de sábado, fizemos uma visita guiada por um galpão que deixa qualquer gearhead maluco: Mercurys, Dodges, Opalas, Mavericks… Muitas histórias boas foram contadas pelos simpáticos e solícitos Carlos, dono da Up, e pelo Sr. Aguiar, que tem uma experiência de dar inveja a qualquer um, começando pela modelagem do Willys Interlagos conversível, passando pelo Dart e Charger nacionais e até o Rossin Betin Vorax.
Continuar lendo

Entre Ases e Reis no Velocult

SAMSUNG

Coloque para tocar o Hino das Mil Milhas Brasileiras aí, porque vamos voltar no tempo!
O Velocult 2013 expõe carros clássicos, troféus, capacetes e outros itens da época de ouro do automobilismo brasileiro.

A exposição começou no dia 25 de fevereiro e termina em 18 de março, no Conjunto Nacional. Entre as joias estão: a Alfa Romeo, da equipe Jolly; o Willys Interlagos 22, de Bird Clemente; Alpine A110, de Chico Lameirão; Maverick-Berta, da Equipe Hollywood, e se você ainda não se convenceu a sair de casa, também está lá a Carretera amarela 18, de Camillo Christófaro e Eduardo Celidônio, que cruzou a linha de chegada em primeiro lugar em 1966, na mais fantástica prova do automobilismo brasileiro, a VIII Mil Milhas Brasileiras!
Continuar lendo