Sobre Paliarussi

Nelson Paliarussi é paulistano, jornalista e desde sempre alimenta uma paixão por carros e corridas, iniciada com o Bianco S ’78 que o pai guardava na garagem. Acompanha as corridas de Fórmula 1 desde os idos do acidente fatal de Ayrton Senna. É fã de Schumacher, Piquet e Ingo Hoffmann, além de admirar Bird Clemente, os Fittipaldis e toda a geração de ouro do automobilismo nacional. Em 2013 cobriu a etapa de São Paulo da Fórmula Indy, além de algumas edições do Salão do Automóvel em São Paulo e um punhado de eventos ligados ao culto automobilístico.

Classic Cup #2

Boxes Classic

Neste último sábado rolou no Autódromo de Interlagos a segunda etapa da Classic Cup. Foi como de costume: muito disputada, clima familiar, além do costumeiro tempo instável do circuito.
A largada deu-se por voltas das 13hs. Tempo nublado, com cara de chuva, e que não veio como prometeu. Desta vez, tinham 36 carros no grid.
Continuar lendo

Salão Internacional dos Veículos Antigos

DSCF6672

No final de novembro, foi realizada a segunda edição do Salão Internacional dos Veículos Antigos, em São Paulo.

O evento contou com clássicos de todas as gerações e de diversos países. De Ford dos anos 30 à um Fusca com direção na direita. Ou da Ferrari 308 (àquela do Magnum) até o Lorena, nacional fabricado quase que a mão.

O Salão dos Antigos tinha uma boa organização, e estava… vazio. Sim, ele não foi tão badalado quanto o Salão Internacional do Automóvel São Paulo 2012. Ótimo.

Tinha um clima familiar, de nostalgia, sem um enxame de pessoas para ver o adocicado Camaro Amarelo. Não tinha as musas ao lado das novas máquinas. Mas isso foi compensado pelas belas baladeiras da Oktoberfest, festa que dividia o mesmo espaço.

Contudo, aproveitem um pouco do que tinha lá…
No entanto, aguradem e acompanhem, alguns posts mais específicos sobre as preciosidades que lá estavam!

F1 2012: Começa a briga!

Para os amantes de velocidade, começa mais uma temporada de Fórmula 1 neste final de semana com o Grande Prêmio da Austrália. Esta parece, ao menos, ser mais equilibrada do que a última, já que a FIA regulamentou a saída de gases do escapamento, fazendo com que a RBR não se distancie tanto das outras equipes e criou uma regra nova deixando os carros horripilantes, com exceção a McLaren.

Continuar lendo

Senna é bi! 21 anos

Há 21 anos, Ayrton Senna da Silva tornava-se bicampeão mundial de Fórmula 1. Além da emoção de sagrar-se campeão pela segunda vez, este título teve um gosto especial para Senna. No ano anterior, ele havia perdido o campeonato para seu maior rival: Alain Prost.

Continuar lendo

As glórias do passado – parte 1 Bianco S

Não é o mais rápido, nem o mais confortável  automóvel, mas com certeza um dos mais belos esportivos nacionais que circularam nestas ruas tupiniquins!
Tudo começa em 1976 com a idéia de Tony Bianco de trazer o conceito de carros de pista para as ruas. Apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo no mesmo ano, o Bianco S conquistou fãs. Seu design chamava muito a atenção. Era um típico esportivo: 2 lugares, painel instrumentado, entradas de ar sobre o capô, retrovisor apenas do lado do motorista. A mecânica deixava um pouco a desejar. Ele era munido de um motor VW 1600 cc, com dupla carburação, 65 cv e máxima de 150 Km/h!

Continuar lendo

Para sair do caos

Autódromo de Jacarepaguá

O automobilismo no Brasil foi de um charme inigualável. Talvez ainda exista um “glamour”, mas este está em sua pior fase. Basta olhar para a situação dos autódromos brasileiros, com exceção a Interlagos, é catastrófico! Como um apaixonado por corridas vai assisti-las ao ver um circuito do porte do autódromo Nelson Piquet (Jacarepaguá) às moscas? Esta pista só não está totalmente abandonada por que a Stock Car e Itaipava GT (GT3 e GT4) competem lá e levam verba suficiente para manter o circuito na UTI.

Continuar lendo